Santiago

A primeira vez que fui à Santiago, em 2012, passei apenas 3 noites e não foi suficiente. Em 2013 voltei para ficar por 8 noites e conhecer melhor essa cidade que nem parece que é uma capital latina.

Primeira dica de Santiago: Restaurantes maravilhosos para todos os gostos. Faça uma lista!

Segunda dica: Cidade segura para caminhar sem medo. Não ande só de táxi, utilize o metrô, é fácil, você economiza e se sente um local.

DSC01811
As flores estão por todos os lados em todas as épocas

Não deixe de conferir a troca da guarda em frente ao Palácio de la Moneda. Procure os dias certos porque é feito um revezamento de dias pares e ímpares dependendo do mês.

Em diversas cidades da América do Sul existe uma Plaza de Armas e Santiago também tem a sua. Aqui fica a linda Catedral Metropolitana. E também é um ótimo lugar pra trocar seus reais por pesos chilenos nas casas de câmbio ao redor. Não troque no Brasil, não compensa.

Os cerros Santa Lucia e San Cristóbal também não podem faltar durante a sua visita por Santiago. O cerro Santa Lúcia é parada obrigatória se você está fazendo um city tour com agência de turismo ou com o ônibus turístico. A vista é linda, principalmente se a cordilheira estiver branquinha.

20130827_115042
Cerro Santa Lucia
DSC03756
Vista da cidade e da cordilheira ao fundo

Para chegar ao cerro San Cristóbal você pode ir de metrô. Eu peguei um mapa na recepção do hotel e foi fácil. Depois de sair do metrô você anda um pouco, mas em Santiago isso não foi um problema. Chegando no cerro você pega um funicular para subir, dá medo mas a vista compensa.

Para os amantes do vinho, ou para quem gostaria de ser entendido do assunto, assim como eu, Santiago é o lugar certo. Visitei a vinícola Undurraga e a famosa Concha y Toro. Se você não tem muito tempo e precisa escolher uma eu te digo que é uma tarefa difícil visitar apenas uma entre tantas. Mesmo as vinícolas menores são uma graça.

Undurraga

Concha y Toro

DSC03773
Entrada da vinícola Concha y Toro

Muita gente faz o passeio de um dia inteiro para Viña del Mar e Valparaíso. Eu fiz porque li em vários sites que era imperdível. Se você não tem muitos dias, meu conselho é que é um passeio dispensável. Valparaíso é uma cidade portuária com casinhas coloridas. Não vi nada demais. Viña del Mar é uma cidade praiana, mais bonita do que Valparaíso. Para mim não foi um dia totalmente perdido pois coloquei os pés nas águas congelantes do oceano Pacífico.

DSC03896
lobos marinhos
DSC03909
ah o pacífico
DSC03920
um moai de verdade

vista da cidade de Valparaíso

Vamos falar de um dos maiores prazeres da vida? Comer bem! E em Santiago isso é fácil. Abaixo um lista dos restaurantes que visitei e voltaria com certeza. Não deixe de conferir! Por via das dúvidas, consulte nos sites dos restaurantes se precisam de reserva. Lembro que fiz reserva no Como agua para chocolate e Aqui esta coco.

20130828_205420
Aqui esta coco.
20130827_215808
Patio Bellavista. Várias lojas e restaurantes.

Creperia no Patio Bellavista

Ocean Pacific’s

20130901_144206
Vista do restaurante Giratorio
20130827_213445
Como agua para chocolate

E se você acha que passear no shopping durante a viagem é coisa de madame, pense melhor. O Costanera Center é o maior shopping da América Latina, com 6 andares e muuuuuitas lojas para todos os bolsos. Comprei 2 tênis, uma mochila, 2 calças, algumas blusas e casacos por cerca de metade do preço do Brasil. Maquiagem e perfumes não tem muita diferença no preço.

20130831_122932
Costanera Center

E além de tudo isso, Santiago tem algumas estações de ski que fazem a alegria dos brazucas! Sim, no inverno a cidade fica lotada de brasileiros querendo aproveitar a neve e comigo não foi diferente. Em 2012 fiz o passeio panorâmico por 3 estações, El Colorado, Farellones e Valle Nevado.  Qualquer empresa de turismo faz esse passeio. Não tente ir por conta própria, a estrada para subir a cordilheira tem inúmeras curvas, algumas são bem fechadas, pode ter neve no caminho e você terá que colocar corrente nas rodas.

Em 2013 tomei coragem e fui aprender a esquiar em Valle Nevado. Não deu muito certo mas valeu a experiência.

DSC03979

Já aviso que não é barato. Só para utilizar o teleférico que te leva da base para as pistas eu paguei cerca de R$ 100,00 reais, mais o aluguel do equipamento (as empresas fazem uma parada antes de subir para a estação em lojas com preços mais em conta), mais o passe para esquiar e mais a aula. Para quem nunca esquiou na vida achei melhor pagar por uma aula coletiva, com no máximo 10 alunos. Tive um suporte maravilhoso e mesmo assim passei mais tempo no chão do que esquiando. No total lembro de ter gastado uns R$ 700,00 para ter o prazer de ficar 1h30min tentando levantar do chão. Se eu faria de novo? Claro!!!

DSC03991
Para comer no restaurante perto das pistas vá preparado. 2 cheeseburger e 1 gatorade custaram R$ 68! Por isso Valle Nevado é a estação de ski mais cara do Chile.

Por último, mas não menos importante, temos o complexo de Ski Portillo. Quase na divisa com a Argentina, no caminho pra Mendoza. Cerca de 2 horas de viagem de Santiago. Achou longe? As fotos do hotel e da lagoa do inca falarão por mim.

165908_505910719483663_1715329878_n
Dentro do hotel Portillo olhando para o Lago del inca
DSC04095
Lago del inca. Não me canso de olhar essa perfeição entre as montanhas da Cordilheira dos Andes
Anúncios

2 comentários sobre “Santiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s